Minha dúvida é sobre paciente do sexo feminino, 14 anos, menarca desde 12 anos, ciclos irregulares, apresenta diferença de mamas muito grande, com USG mamas normais. Sempre notamos diferença entre as mamas, em quase todos os pacientes, mas de fato há uma diferença significativa neste caso, o que me deixou em dúvida sobre seguir ou não com alguma investigação. Existe alguma conduta nesses casos?
Minha dúvida é sobre paciente do sexo feminino, 14 anos, menarca desde 12 anos, ciclos irregulares, apresenta diferença de mamas muito grande, com USG mamas normais. Sempre notamos diferença entre as mamas, em quase todos os pacientes, mas de fato há uma diferença significativa neste caso, o que me deixou em dúvida sobre seguir ou não com alguma investigação. Existe alguma conduta nesses casos?

Profissional solicitante:

Médico clínico

 

Resposta:

A assimetria mamária é achado frequente entre adolescentes. Pode se dar pela diferença de resposta dos receptores ao estímulo estrogênico. Há necessidade de acompanhar e aguardar o processo do desenvolvimento nesta faixa etária. Os ciclos irregulares podem indicar ausência do amadurecimento do eixo hipotalâmico – hipofisário – ovariano. Se houver necessidade, pode-se regularizar o ciclo menstrual hormonalmente e seguir em observação do desenvolvimento glandular. Espera-se que o desenvolvimento mamário aconteça até por volta dos 18 anos. A maturidade da mama se dá apenas após a gestação e lactação. Lembrar que quando há algum sinal de mutilação ou cicatriz pode indicar limitação no desenvolvimento devida a trauma ou infecções locais. É interessante também avaliar patologias de coluna.

 

Referência:

Pitts SA, Gordon CM. The Phisioloy of puberty.In: Emans, Laufer, Goldstein Pediatric & Adolescent Gynecology. Philadelphia 2012, p. 100

Eidlitz-Markus T, Mukamel M, Haimi-Cohen Y, Amir J, Zeharia A. Breast asymmetry during adolescence: physiologic and non-physiologic causes. Israel Medical Association Journal. 2010;12(4):203–206