A doença periodontal é genética ou é causada por falta de hábito de higiene?
A doença periodontal é genética ou é causada por falta de hábito de higiene?

Categoria profissional do solicitante: Auxiliar em saúde bucal da estratégia de saúde da família

Resposta do Teleconsultor Responsável

A doença periodontal deve ser vista como um processo de desequilíbrio entre as ações de agressão e defesa sobre os tecidos de sustentação e proteção do dente, que tem como principal determinante a placa bacteriana, a partir das diferentes respostas dadas pelo hospedeiro( 1). As formas mais comuns de manifestação da doença são a gengivite e a periodontite. Uma vez que o indivíduo não tenha uma correta higiene bucal, irá favorecer o desenvolvimento do biofilme e da placa bacteriana. Os íons cálcio livres, presentes na saliva, irão se ligar á placa bacteriana, formando assim o cálculo, que pode ser supra ou sub gengival. Portanto, uma correta higiene bucal, não só irá prevenir, como atuar como coadjuvante no tratamento das doenças periodontais.

Em relação a fatores hereditários, infelizmente, não existem desordens genéticas que possam ser usadas como marcadores da periodontite severa. Entretanto, como a periodontite é caracterizada como uma resposta inflamatória contra o agente agressor, e acreditando-se na hipótese de que a transição de uma gengivite para uma periodontite possa ser causada por uma resposta inflamatória aberrante, as substâncias pró-inflamatórias passaram a ser fortes candidatos a gerar essa transição. Além disso, o recente progresso no mapeamento genético humano nos mostraram promessas que facilitarão as novas estratégias a mapear os genes que tornam o indivíduo mais suscetível a doenças crônico-inflamatórias, como é o caso da periodontite. Sendo assim, podemos concluir que a correlação dos polimorfismos genéticos na resposta imune com os fenótipos de certos grupos de pacientes, como demonstrado pelo receptor Fcg RIIA nas periodontites agressivas e a IL-1 nas periodontites crônicas, parece sustentar a mais promissora aplicação dos determinantes genéticos para as periodontites( 2).

Referências

  1. BRASIL. Ministério da Saúde. Saúde bucal. Brasília: Ministério da Saúde, 2006. (Cadernos de Atenção Básica, n. 17) (Série A. Normas e Manuais Técnicos). Disponível em: http://189.28.128.100/dab/docs/publicacoes/cadernos_ab/abcad17.pdf

 

  1. Gama CS, Fischer RG, Figueredo CMS. A influência de fatores genéticos na patogênese da doença periodontal. Disponível em: http://www.periodontiamedica.com.br/a-influencia-de-fatores-geneticos-na-patogenese-da-doenca-periodontal/